CRÉDITO FUNDIÁRIO CAIXA ECONÔMICA FEDERAL

Hoje você vai conhecer tudo sobre o Programa Nacional de Crédito Fundiário (PNCF) que foi criado pelo Governo Federal, para que o trabalhador rural que não tem terra ou que tenha pouca terra possa comprar e e estruturar um imóvel rural através de uma linha de financiamento. Agora ficou mais fácil comprar terras para agricultura através da Caixa.

O Programa Nacional de Crédito Fundiário pertence a Secretaria de reordenamento Agrário do Ministério do Desenvolvimento Agrário em parceria com os governos estaduais, movimento sindical rural e outros parceiros. Além de comprar a terra através de financiamento para iniciar sua produção agrícola o programa permite que você financie todas as instalações básicas para a casa como luz, água e esgoto. E para começar plantar e produzir você também poderá contar com dinheiro emprestado para investir na produção. Um exemplo seria precisar de dinheiro para bancar os custos que envolvem a preparação do solo. Você pode financiar a compra de implementos. Custos com  acompanhamento técnico também podem ser financiados pela Caixa Econômica Federal.

Você é que ficará responsável por escolher as terras que serão financiadas. Este financiamento é destinado a pequenos agricultores que tem terra de tamanho inferior ao módulo rural. Também é destinado a pequenos produtores, trabalhadores rurais e até para trabalhadores rurais sem terra. Existem algumas pessoas que não podem participar do Credito Fundiário da Caixa como é o caso de Funcionários públicos, funcionários públicos aposentados, detentores de cargo eletivo ou função pública; Proprietários de área rural superior à propriedade familiar; Pessoas que já foram beneficiadas por qualquer outro programa de reforma agrária ou de crédito fundiário, inclusive o Banco da Terra e o Cédula da Terra; Trabalhadores com renda e patrimônio familiar superiores aos limites fixados para cada linha de financiamento. Também não pode participar quem seja promitente comprador ou possuidor de direito de ação e herança em imóvel rural.

Para solicitar o Credito Fundiário entre em contato agora mesmo com o Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais ou da Agricultura Familiar da sua cidade. Você precisa levar RG; CPF; Comprovante de residência e Comprovante de de votação da última eleição. Se for casado deverá levar os documentos do cônjuge.

A proposta do projeto de financiamento deve seguir para o Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável e se aprovado, o projeto segue para a contratação junto à Caixa Econômica Federal. O Programa Nacional de Crédito Fundiário pode ser de Consolidação da Agricultura Familiar ou de Combate à Pobreza Rural. A Consolidação da Agricultura Familiar foi criada para agricultores que já tem terra como minifúndios e querem aumentar ainda mais sua área. Para participar você deve ter Renda familiar anual de até R$ 15 mil e Patrimônio inferior a R$ 30 mil.

Nestas condições da para conseguir financiamento de até R$ 80 mil, de acordo com os tetos microrregionais. Você terá até 20 anos para pagar incluindo os trinta e seis meses de carência. A taxa de juros pode variar entre 2% a 5% ao ano.

No caso do Combate à Pobreza Rural é destinado às famílias rurais de baixa renda que é o caso do agricultor com renda familiar anual menor que R$ 9 mil e Patrimônio inferior a R$ 15 mil. Você poderá conseguir até R$ 80 mil para a compra do imóvel e investimento em infraestrutura coletiva. O pagamento é feito em 20 anos com taxas de 2% a 5%. Para saber mais informações sobre o crédito fundiário da Caixa clique aqui

Leave a Reply